Como Tratar Incontinência Urinária Em Idosos | Bigfral

Home  »  Idosos   »   Como tratar incontinência urinária em idosos

Como tratar incontinência urinária em idosos


Como tratar incontinência urinária em idosos

3 meses atrás / 6 min de leitura

A incontinência urinária nada mais é do que a perda involuntária da urina pela uretra. Em outras palavras, quando a pessoa não consegue controlar seu xixi. Esta é uma condição comum entre idosos a partir dos quarenta anos.

A incontinência é mais comum em mulheres, porque com certa idade, elas têm algumas alterações no assoalho pélvico, nos músculos que sustentam a região de forma geral, assim perdendo a força.

O tratamento da incontinência urinária geralmente é feito de acordo com o tipo de incontinência, seu nível de gravidade e outros fatores que são avaliados e diagnosticados pelo médico responsável. Com o tratamento certo, muitas pessoas podem ter grande melhora, ou até se curar.

Confira a seguir informações importantes sobre o assunto, o que pode causar, os vários tipos, quais os cuidados e como tratar incontinência urinária em idosos!

O que pode levar a incontinência urinária ao idoso?

Essa condição geralmente tem início na terceira idade, afetando de 30% a 60% pessoas com mais de 60 anos. A incontinência urinária nos idosos podem ter uma série de causas que afetam diretamente sua vida. Mas o que pode influenciar essa incontinência é a mudança natural do corpo conforme os anos. Confira alguns exemplos:

  • Mudanças no assoalho pélvico;
  • Enfraquecimento dos músculos da bexiga;
  • Gravidez;
  • Pouca capacidade da bexiga, consequentemente aumentando a frequência da urina;
  • Diminuição da movimentação;
  • Aumento da próstata;
  • Obesidade;
  • Doenças neurológicas;
  • Tumores;
  • Anormalidades vesicais;
  • Causas idiopáticas;
  • Tosses crônicas,

Além desses fatores, alguns medicamentos e determinadas doenças podem contribuir para a incontinência urinária em idosos.

Como saber se tenho incontinência urinária?

A única forma de saber se você tem incontinência urinária é por meio dos sintomas e do diagnóstico dado pelo médico. Há vários exames que podem trazer tal resultado, um bastante eficaz é o exame urodinâmico, que avalia as fases do ato de produzir, transportar, reter e excretar a urina

Outros exames comuns para o diagnóstico são: cistoscopia, exame endoscópico das vias urinárias; cistografia, diagnóstico via raio-x que examina a dinâmica urinária da bexiga; e por fim, o ultrassom abdominal e pélvico.

Qual a causa da incontinência urinária mais comum no idoso?

As causas mais comuns da incontinência urinária em idosos são: mudanças do assoalho pélvico, geralmente consequência da idade, transtornos neurológicos e enfraquecimento dos músculos da bexiga.

O tipo mais comum de incontinência urinária em idosos é a ” incontinência urinária de urgência”, que causa a perda de urina precedida ou acompanhada de um desejo urgente de urinar.

Incontinência urinária é comum na terceira idade?

Melhores fraldas geriátricas para idosos com incontinência urinária

A incontinência urinária em idosos é comum, mas não normal. Embora a incontinência possa acontecer em qualquer fase da vida, ela é mais comum na terceira idade, afetando de 30% a 60% pessoas acima dos 60 anos de idade.

O envelhecimento naturalmente prejudica a capacidade de adiar a urina, juntamente com outros fatores que podem influenciar a incontinência, como a pouca capacidade da bexiga, por exemplo.

Quais os tipos de incontinência urinária em idosos?

A incontinência urinária pode aparecer em qualquer idade, mesmo que com causas diferentes. O problema se agrava, ou ganha novos níveis de complicação, quando os “doentes” por embaraço, vergonha ou medo, não procuram ajuda médica.

Confira alguns tipos de incontinência:

Incontinência urinária transitória

A incontinência urinária que atinge aos idosos, em grande maioria, são a transitória e a crônica. A incontinência urinária transitória é reversível, mas isso de acordo com a causa da incontinência e se não afetar diretamente o aparelho urinário. Apesar disso, esta forma de incontinência urinária pode se tornar definitiva, se não for tratada corretamente.

Incontinência urinária crônica

A incontinência crônica se divide em quatro tipos de incontinência: a causada por hiperatividade do detrusor, por esforço, por regurgitação e funcional.

Hiperatividade do detrusor

Acomete idosos entre 40 e 70 anos. As principais queixas são a vontade súbita e irreprimível de urinar. É causada por uma contração forte do detrusor que ocorre sem que a bexiga esteja realmente cheia; esta contração leva a um aumento de pressão do local e consequentemente a incontinência.

Há situações em que o sistema nervoso central pode ou não estar deficiênte.  A hiperactividade do detrusor existe fisiologicamente, nos idosos, em dois subtipos. Em um deles a função contrátil da bexiga está mantida e no outro está comprometida; este último subtipo é o mais comum.

Incontinência urinária por esforço

A incontinência urinária por esforço é a causa mais comum de perda de urina, que acontece geralmente em mulheres na menopausa. Ocorre pelo relaxamento do pavimento pélvico, que são causados por partos múltiplos e pelo envelhecimento natural. Esse tipo de incontinência é raro em homens.

Incontinência urinária por regurgitação

A incontinência urinária por regurgitação é noturna e é a causa de 10% da incontinência nos idosos. Ela se desenvolve quando há uma retenção crônica completa, onde a pressão de encerramento da uretra é superior à pressão intra-vesical.

Incontinência urinária funcional

A incontinência funcional é causada pelas dificuldades crônicas das funções cognitivas, ou da mobilização que interferem nos hábitos de higiene. Ou seja, dificuldades de chegar ao banheiro a tempo, entre outros fatores.

Como tratar incontinência urinária em idosos

O tratamento da incontinência urinária implica uma avaliação de todos os fatores que possam estar direta ou indiretamente relacionados à doença. Se a incontinência urinária for diagnosticada por um profissional, é instruído os medicamentos adequados, fisioterapia pélvica ou, em casos mais graves, intervenção cirúrgica.

Quais são os cuidados a serem tomados com a incontinência urinária?

Pessoas com incontinência urinária devem ter atenção especial e cuidados redobrados durante o tratamento. Além disso, as pessoas ao seu redor devem ser compreensivas e auxiliar para que pessoas, em especial idosos, tenham mais qualidade de vida.

Pensando nisso, separamos alguns cuidados que devem ser tomados com a incontinência:

Cuidado 1 – Higiene correta 

Em primeiro lugar, deve haver a higiene correta do local, acima de tudo como prevenção de infecções e problemas futuros.

Cuidado 2 – Praticar exercícios

O segundo cuidado recomendado é começar a praticar qualquer tipo de exercício físico, de acordo com sua idade e o que você se adapta melhor.

Cuidado 3 – Perda de Peso

Complementando o segundo cuidado é a é a redução de peso, que em alguns casos pode influenciar positivamente ou negativamente na IU.

Cuidado 4 – Se consultar com nutricionistas

Em quarto e último cuidado, o paciente deve ser orientado por um nutricionista, para saber sobre a ingesta hídrica e ao consumo de alimentos não constipantes e não irritantes vesical.

Melhores fraldas para idosos com incontinência urinária

Melhores fraldas para idosos com incontinência urinária

As melhores fraldas para idosos com incontinência urinária são com a Bigfral. Destaque no mercado, a marca tem vários produtos de extrema qualidade, como roupa íntima absorvente, fraldas, lenços, e muito mais.

Separamos as duas melhores fraldas da bigfral para os idosos que sofrem com a Incontinência urinária, confira:

Fralda adulta noturna

Garantindo 12 horas de proteção, sua principal vantagem é sua alta capacidade de absorção durante essas longas horas. É indicada para pessoas com incontinência severa, acamadas ou não. É anatômica e possui tecnologia anti odor, anti vazamento, canais de absorção e indicador de umidade!

Fralda derma plus noturna
Fralda derma plus

Fralda adulta plus

É versátil e com tecnologia anti odor, é indicada para quem tem incontinência intensa, podendo ser tanto de dia quanto à noite. Além disso, ela possui um indicador para saber qual o momento certo para trocar a fralda.

Como tratar os diferentes tipos de incontinência urinária?

O tratamento da incontinência urinária, por esforço, é a cirurgia juntamente com exercícios que ajudam a reforçar a musculatura do assoalho pélvico. Para a incontinência urinária de urgência, o tratamento é com medicamentos e fisioterapia.

O recomendado é falar com o seu médico e tirar todas as dúvidas referente a tratamento, já que cada paciente é único e possui necessidades específicas. 

Como prevenir a incontinência urinária em idosos?

Como não há uma causa específica para o desenvolvimento da incontinência urinária em idosos, a melhor opção para prevenir é cuidar dos fatores de risco, como obesidade, diabetes, evitar bebidas e alimentos que provoquem efeito diurético.

Incontinência urinária e a Bigfral

A Bigfral é especialista em produtos para incontinência urinária, proporcionando conforto e segurança, trabalhando com as melhores opções para quem sofre de incontinência, perfeita para o dia a dia com produtos para todas as ocasiões, garantindo seu bem-estar e comodidade.

E quando o assunto é a terceira idade, a Bigfral Derma Plus é a melhor opção, pois ela foi pensada com o objetivo de auxiliar no controle da incontinência urinária em idosos.