Tipos de Incontinência Urinária (Guia 2021) | Bigfral

Home  »  Saúde   »   Tipos de incontinência urinária

Tipos de incontinência urinária


Tipos de incontinência urinária

1 mês atrás / 11 min de leitura

Você já teve algum escape de xixi em algum momento? Vamos pensar, você fez um esforço na academia e sentiu que escapou um pouquinho de urina. Ou você estava muito apertado e antes de chegar ao banheiro sentiu que a peça de roupa íntima molhou. Ou pode até sentir que fez um pouco de xixi ao tossir ou dar muita risada. Esses podem ser sinais de incontinência urinária.

O significado de incontinência urinária pela International Continence Society (ICS) é qualquer perda involuntária da urina. Essa é uma condição que afeta cerca de 5% da população mundial, segundo a OMS cerca de 10 milhões de pessoas sofrem da doença. Em sua maioria, mulheres e idosos são os mais atingidos pela condição, mas também pode ser muito vista em homens. 

A doença é característica pela incapacidade de conter a urina, ou seja, quando acometido, ocorre perda involuntária de xixi pela uretra. E apesar de esse ser o sintoma predominante, a incontinência urinária tem diversos tipos e formas diferentes de ser tratada.

Apesar de ser uma condição comum, não deve ser considerada normal. É muito importante entender os tipos de incontinência urinária para tratamentos adequados e se ver livre do problema. Isso porque muitas pessoas que sofrem de incontinência urinária, desenvolvem problemas de socialização, podendo se isolar, e desenvolver ansiedade e depressão. Além de ser uma condição que pode atrapalhar o sono e a rotina das pessoas.

Por isso, não deve haver vergonha ou demora para buscar ajuda de um profissional da área, como um urologista ou ginecologista. Quando antes se buscar um tratamento, mais chances haverá de solucionar a incontinência urinária.

Se você ficou em dúvida se sofre ou não de incontinência urinária ou gostaria de entender melhor quais são os tipos da doença que podem acometer as pessoas, confira este artigo sobre quais são os tipos de incontinência urinária, os sintomas, causas, tratamentos, produtos que auxiliam a manter uma rotina e mais.

Quais são tipos de incontinência urinária

Existem alguns tipos de incontinência urinária, entre eles podemos perceber que enquanto uns são característicos apenas de incontinência urinária feminina, outros são de incontinência masculina ou de ambos os sexos.

Cada tipo tem uma causa diferente, e alguns deles podem parecer similares, por isso é muito importante ter uma avaliação adequada para que o tratamento seja feito da melhor maneira para a recuperação do paciente.

Por exemplo, existe a incontinência pos-parto, ou até mesmo durante a gravidez, sendo mais fácil de avaliar a causa e realizar um tratamento ou até mesmo a prevenção. Mas outros tipos podem ser mais difíceis para o paciente entender a causa. Confira os tipos de incontinência urinária:

Incontinência urinária de esforço

A incontinência urinária de esforço ocorre quando uma pressão é transmitida à bexiga por um esforço abdominal, isso porque na zona abdominal encontram-se os músculos do pavimento pélvico que suportam a bexiga e a uretra. Esse tipo de esforço pode ser algo bastante comum, como por exemplo, ao tossir, espirrar, fazer exercícios, dar risada, correr, etc.

Esse tipo de incontinência pode ter forma leve ou avançada. Em uma incontinência urinária leve ocorre a perda involuntária de urina apenas esforços maiores, como uma crise de tosse intensa ou levantamento de muito peso. Já em sua forma mais avançada, os escapes de xixi ocorrem aos mais simples esforços, como levantar da cama ou uma tosse leve.

A incontinência de esforço é relacionada por possíveis danos aos músculos do assoalho pélvico como atrofia, fibrose. Em mulheres, ou por exemplo, lesões dos nervos durante o parto. Em homens, como consequência de cirurgias que lesam o esfíncter da próstata, ou por alterações neurológicas.

Incontinência urinária por urgência

A incontinência urinária por urgência, também conhecida como incontinência urinária por bexiga hiperativa, ocorre quando a urgência de urinar é muito forte, e muitas vezes, o paciente não consegue chegar até o banheiro. Esse tipo é considerado mais grave quando comparado a incontinência urinária de esforço.

Mas o que pode causar a incontinência urinária de urgência? Um dos fatores que pode levar a desenvolver esse tipo de incontinência urinária é muitas idas ao banheiro sem ter a real necessidade de urinar. Uma bexiga adulta regular é capaz de comportar a média de 350 e 500 ml. Geralmente esvaziamos esse órgão antes de estar completamente cheio, então ocorre a hiperatividade do detrusor se tem o aumento da frequência urinária com volumes urinários até menores do que 150 ml.

E por que ocorre a hiperatividade do detrusor? As duas possíveis causas para a hiperatividade do detrusor podem ser voltadas ao psicológico ou físico, que respectivamentes são o defeito dos receptores da bexiga que transmite ao cérebro que o órgão está cheio e faz com que o cérebro interprete como um desejo súbito de ir ao banheiro; ou uma bexiga “musculosa”, que faz muita força e não distende bem na fase do armazenamento.

Incontinência urinária mista

A incontinência mista, como o nome já indica, associa dois tipos de incontinência urinária, sendo a incontinência de esforço e a incontinência de urgência. Assim como os outros tipos, sua principal característica é a impossibilidade de controlar a perda involuntária de xixi pela uretra, a diferença é que esse escape pode pode ser causado tanto por esforços como por urgência, não chegando ao banheiro a tempo.

Incontinência urinária por transbordamento

A incontinência urinária por transbordamento ocorre quando o xixi é segurado por tempo demais, então quando a bexiga não é esvaziada por longos períodos, ela transborda.

Os fatores que podem causar o transbordamento são: a diminuição da sensibilidade da bexiga que dificulta a percepção da bexiga cheia; uma fraqueza do músculo da bexiga; ou uma obstrução na uretra que dificulta o esvaziamento regular. 

Esse tipo de incontinência é mais comum nos homens, pois também tem a causa de um aumento da próstata com obstrução da uretra. Além disso, diabéticos e pessoas que consomem álcool excessivamente são mais suscetíveis a esses problemas que levam à diminuição da função neuronal.

Incontinência por Regurgitação

A incontinência urinária por regurgitação é o oposto da incontinência de urgência (causada pela hiperatividade do detrusor), ou seja, ocorre quando há uma distensão progressiva da bexiga e a perda da capacidade de contração.

Com a incontinência urinária por regurgitação, a bexiga não consegue realizar o mecanismo necessário e esvaziar a urina por completo. Então, ocorre o acúmulo de urina, que pode crescer com o tempo. Uma das maiores causas desse tipo de incontinência é a obstrução do fluxo urinário.

Incontinência Funcional

A incontinência urinária funcional ocorre quando outras condições diminuem a consciência da necessidade de urinar, como doenças articulares, neurológicas ou problemas cognitivos. Nesse caso, o problema pode não estar no funcionamento do sistema urinário. Esse tipo de incontinência é mais comum em idosos ou pessoas acamadas. 

Quais os tratamentos dos diferentes tipos de incontinência urinária

Como podemos notar, existem alguns tipos de incontinência urinária com causas diferentes, logo, os tratamentos também serão adequados para cada um deles. Por isso, é ideal buscar atendimento profissional para avaliação e o melhor tratamento que ajude o paciente. 

No geral, os pacientes respondem muito bem aos tratamentos, principalmente quando o diagnóstico é recente. E muitas vezes, as formas de tratamento podem envolver fisioterapias e mudanças no estilo de vida, já em outras pode ser necessário o uso de medicamentos ou até mesmo intervenção cirúrgica. Manter-se hidratado também é muito importante para os fluidos. Além disso, não se deve segurar a vontade de fazer xixi, pois pode gerar outros problemas como a infecção urinária que também é uma doença perigosa para o sistema urinário e para a vida do paciente.

A prática de atividades físicas que auxiliem no fortalecimento da musculatura pélvica como, yoga e pilates, também é muito considerado para a prevenção ou parte do tratamento de incontinência urinária.

Veja os tratamentos utilizados para cada tipo de incontinência urinária.

Incontinência urinária de esforço

O tratamento da incontinência urinária de esforço em nível leve pode ser mais simples do que se imagina. No geral, o tratamento é baseado em exercícios que fortaleçam os músculos do assoalho pélvico e mudanças na rotina, como evitar esforços. Em outros casos, pode ser indicado o uso de medicamentos. Já para a forma mais avançada da doença, pode ser indicado realizar cirurgia. 

Incontinência urinária por urgência

O tratamento para a incontinência urinária tem o objetivo de relaxar os músculos da parede da bexiga. Isso pode ser feito por meio de treinamento da bexiga, com exercícios de Kegel e técnicas de relaxamento. Também podem ser indicados medicamentos em forma de adesivo ou gel para pele ou como pílula.

Caso as primeiras alternativas não funcionem, existem tratamentos adicionais, como estímulos elétricos suaves dos nervos sacrais por um dispositivo similar a um marca-passo, instalação dos produtos químicos na bexiga ou, o que é menos comum para esse tipo de incontinência, a cirurgia.

Incontinência urinária mista

O tratamento da incontinência mista levará em conta a causa, a gravidade da condição e o paciente. Pode ser feito por terapia comportamental, treino de hábitos de micção e da bexiga, medicamentos ou cirurgia.

Incontinência urinária por transbordamento

O tratamento da incontinência urinária por transbordamento dependerá da causa. Em casos de incontinência por transbordamento por obstrução de saída da bexiga, serão indicados tratamentos específicos para ajudar a aliviar a obstrução por meio de cirurgia, medicamentos ou colocação de stent para estreitamento da uretra.

Quando a incontinência de transbordamento for causada por músculos fracos da parede da bexiga, será preciso reduzir o tamanho dela. Os tratamentos indicados são para incluir a redução da quantidade de urina na bexiga. Isso pode ser feito por inserção intermitente de um cateter de bexiga ou de um cateter permanente. Além disso, algumas mudanças podem auxiliar no tratamento como, tentar urinar novamente após a micção ter terminado. Pode ocorrer também, estímulos elétricos com o objetivo de auxiliar no esvaziamento da bexiga.

Incontinência por Regurgitação

Nos casos de incontinência urinária por regurgitação, será necessário descobrir o que tem obstruindo a passagem da urina, e então, realizar a remoção do obstáculo.

Incontinência Funcional

Na incontinência funcional, o tratamento será baseado na causa que impede o paciente de usar o banheiro. Em alguns casos funcionais, será indicado o uso de produtos como fraldas, absorventes ou roupa íntima absorvente.

Qual o tipo de incontinência urinária mais comum

As mulheres são mais suscetíveis a desenvolver incontinência urinária em algum período da vida, a estimativa é de que 50% das mulheres podem passar por essa condição em algum momento, pois a mulher possui falhas naturais no assoalho pélvico que são: o hiato vaginal e o hiato retal.

Um fator muito comum que pode causar a incontinência urinária feminina é o trabalho de parto, então a mulher pode desenvolver a chamada incontinência urinária pos-parto, incluída também na incontinência urinária por esforço. Outros fatores que também podem levar ao problema são infecção urinária, obesidade, idade, menopausa, entre outros. Essas condições enfraquecem a musculatura do assoalho pélvico, facilitando a perda involuntária de urina durante algum esforço.

Quais os sinais e sintomas de Incontinência Urinária?

O principal sintoma da incontinência urinária é a perda involuntária de urina, mas dependendo do tipo de incontinência, podem haver outros sinais como jato urinário fraco, esforço ao urinar ou sensação de que a bexiga ainda está cheia, perda de urina noturna e necessidade de urinar muitas vezes durante a noite.

O que causa incontinência urinária?

Os principais fatores de risco para a incontinência urinária são a idade, gestação precoce, menopausa, obesidade, problemas funcionais, alcoolismo… Essas condições enfraquecem a musculatura do assoalho pélvico, facilitando a perda involuntária de urina. Veja outras causas:

  • enfraquecimento dos músculos da bexiga;
  • bexiga hiperativa;
  • infecção urinária;
  • fraqueza e disfunções do assoalho pélvico;
  • danos nos nervos que controlam a bexiga; 
  • doenças como esclerose múltipla, artrite, diabetes ou Parkinson;
  • distúrbios hormonais;
  • tumores;
  • prolapso de órgão pélvico, quando os órgãos saem de seu lugar regular;
  • problemas com a próstata;
  • lesão ou dano aos nervos, ou músculos da bexiga.

Produtos para incontinência urinária feminina

As mulheres são a maioria quando tratamos de problemas com incontinência urinária, por isso, existem produtos femininos próprios para não causar mais desconforto, mas sim ajudar a mulher a manter a rotina de maneira confortável e segura.

A escolha do produto para incontinência urinária precisa ser ideal para cada estilo de vida, que se ajuste ao corpo, aguente o fluxo sem vazamentos, não deixe odores, etc. Para isso, existem os absorventes, fraldas e roupas íntimas absorventes. Veja os melhores produtos para incontinência urinária feminina a seguir.

Absorventes

Os absorventes externos possuem formatos e tecnologias diferentes, e para a incontinência urinária feminina, é recomendado conhecer o fluxo, se é leve ou moderado, para que escolha o melhor e evite vazamentos. Os absorventes não são a melhor escolha para fluxos intensos.

A linha de absorventes Moviment da Bigfral tem as versões regular, maxi e super. A escolha do absorvente adequado diminui muito as chances de haver vazamentos, desde que seja respeitado o tempo de uso e a forma de colocar a peça íntima.

Além disso, os absorventes da Bigfral são feitos com a Tecnologia Wet Block e absorvem o fluxo duas vezes mais rápido para garantir uma pele seca e agradável. Os absorventes são descartáveis e a troca vai depender da intensidade do fluxo, mas o recomendado é que seja feita de 3 a 6 horas. Isso evita que a mulher tenha complicações com essa região tão sensível.

Fraldas

As fraldas são muito utilizadas para ajudar a conter a incontinência urinária e são muito indicadas para fluxos mais intensos.

Com as fraldas da Bigfral, as mulheres têm a opção de escolher os melhores modelos que se adaptam a cada tipo de fluxo e necessidade. A linha de fraldas da Bigfral possui os tipos Clássica, Plus Regular e Derma Plus.

A Bigfral Clássica é perfeita para segurança de trocas frequentes, conta com rápida absorção e barreiras antivazamento. A Bigfral Plus Regular é indicada para pessoas que sofrem com um fluxo mais intenso de incontinência urinária, pois possui a tecnologia Wet Block auxilia em uma absorção duas vezes mais rápida. Essa linha também possui o Sistema Antiodor que neutraliza odores, garantindo a sensação de frescor da pele.

A Bigfral Derma Plus é feita com extratos naturais hidratantes, assim ajuda a prevenir irritações e a manter a pele protegida e saudável. Essa fralda é ideal para o período noturno, além disso é indicada para pessoas com incontinência urinária severa.

Roupas íntimas

As roupas íntimas absorventes femininas são indicadas para mulheres mais ativas que não querem que a incontinência atrapalhe a sua rotina. Essa é uma roupa íntima descartável que substitui a calcinha e possui tecnologia para a absorção dos escapes de urina. As roupas íntimas descartáveis possuem tecnologias de absorção para cada fluxo, leve, moderado e intenso.

As peças possuem diferentes tamanhos e tipos para que se ajustem ao corpo e resistam aos fluxos de cada mulher. Além disso, possui um formato anatômico que auxilia na discrição e conforto.

A linha Moviment possui roupas íntimas com a tecnologia Wet Block para absorver o fluxo duas vezes mais rápido, e garantir uma pele seca e agradável. Já a tecnologia anti odores, garante que as mulheres possam seguir a rotina com tranquilidade e sem insegurança de cheiros.

A linha Moviment disponibiliza os tamanhos de Pequeno e Médio à Grande e Extra Grande, sendo recomendados para cinturas de 112 a 137 centímetros. Essa peça pode ser usada por até 8 horas, mas dependendo do fluxo pode ser necessário realizar a troca antes.

Confira também nosso artigo: O que é bom para incontinência urinária

Conclusão

Existem diversos tipos de incontinência urinária, e para um tratamento adequado é preciso  buscar a avaliação com um especialista. Algumas mudanças no estilo de vida podem ajudar a prevenir essa condição, como o fortalecimento do assoalho pélvico, evitar o tabagismo e o consumo excessivo de álcool, praticar atividades físicas, não segurar o xixi e manter uma boa hidratação.

Na incontinência urinária por esforço ocorre o escape de xixi em esforços como, tossir, espirrar, fazer exercícios, dar risada, correr, etc. Na incontinência urinária de urgência, o paciente não percebe que precisa urinar até que esteja muito apertado, ocorrendo escapes antes de chegar ao banheiro. Com a incontinência urinária mista ocorrem as duas formas. Assim como os tipos de incontinência urinária podem ser variados, o tratamento também pode depender do tipo e da causa do problema. Essa é uma condição mais comum entre mulheres, seja por terem a região pélvica e sistema urinário mais propício a isso ou por passarem por outras questões como o trabalho de parto, e também fatores físicos ou hormonais.

Essa é uma condição mais comum entre mulheres, seja por terem a região pélvica e sistema urinário mais propício a isso ou por passarem por outras questões como o trabalho de parto, e também fatores físicos ou hormonais.

Pessoas que sofrem de incontinência urinária, podem desenvolver problemas psicológicos, por acabarem se isolando das pessoas e não conseguirem manter a rotina em atividade. É muito importante buscar ajuda e conversar com seu médico a respeito da incontinência urinária, e também ter autoconhecimento do corpo.

Outra coisa importante é não se desesperar, pois a incontinência urinária tem solução, e pode ser simples. Busque atendimento médico assim que perceber os sinais de incontinência urinária, como os escapes de xixi ou constipação. Quanto mais cedo descobrir a causa e iniciar o tratamento, melhores serão os resultados.

A linha Moviment da Bigfral também pode auxiliar nesse momento apostando em discrição e conforto. A linha tem como objetivo manter as mulheres em movimento e ativas, atendendo as necessidades do público feminino com tecnologias de absorção, anti odores e anti vazamentos. Seja para dormir tranquilamente, trabalhar, praticar atividades físicas ou socializar, conte com a segurança e conforto da linha Moviment.