Como Saber se Estou Com Incontinência Urinária | Bigfral

Home  »  Saúde   »   Como saber se estou com incontinência urinária?

Como saber se estou com incontinência urinária?


Como saber se estou com incontinência urinária?

4 semanas atrás / 8 min de leitura

Pequenos escapes de urina ao longo do dia, vontade repentina de ir ao banheiro ou dificuldade de segurar a urina? Se você está vivenciando algum desses sintomas, talvez você esteja se perguntando como saber se estou com incontinência urinária ou não?

Isso é comum, porque apesar de a incontinência urinária ser um problema que acomete um grande número de pessoas, nem sempre é fácil identificar os sintomas e. Também é muito difícil de as pessoas se sentirem à vontade para discutir o problema com amigos e familiares e por isso têm muitas dúvidas sobre a condição.

Mas não há motivos para constrangimentos, afinal, estamos falando de um problema facilmente contornável e que, de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, acomete pelo menos 5% da população mundial, independente do sexo e idade. Destas, pelo menos 10 milhões estão no Brasil.

Então, se você quer saber o que a incontinência urinária é, quais tipos existem, quais as possíveis causas e os tratamentos existentes, confira esse artigo que preparamos!

O que é incontinência urinária?

Para responder a pergunta “como saber se estou com incontinência urinária”, o primeiro passo é entender do que se trata essa condição. A incontinência urinária nada mais é do que a perda involuntária de urina pela uretra e, ao contrário que muitas pessoas pensam, não se trata apenas das situações em que há uma grande perda urinária ou vontade incontrolável de urinar, mas também pode ser identificada quando houver pequenos escapes diários ao longo dia.

Como falamos acima, se trata de um problema bastante comum e que pode se apresentar em diferentes níveis, como incontinência urinária leve, moderada ou grave.

Além disso, a condição pode se manifestar de várias formas, sendo que cada uma delas apresenta sintomas específicos e requer um tratamento adequado, que deverá ser aplicado na raiz do problema. Um exemplo é a incontinência urinária feminina, que entre suas causas está a danificação do assoalho pélvico durante o parto e que, nessa situação, exige métodos específicos para a resolução do problema.

Quais os sintomas da incontinência urinária?

Quais os sintomas da incontinência urinária?

A incontinência urinária pode apresentar diferentes sintomas de acordo com o tipo e a gravidade de condição que cada pessoa apresenta. Nas causas mais comuns como a incontinência urinária de esforço, incontinência urinária de urgência e incontinência mista, os sintomas principais podem variar entre perda de urina ao tossir, fazer exercícios ou quaisquer outros movimentos, vontade súbita de urinar que pode ocorrer em meio às atividades diárias. Em alguns casos, pode até mesmo pela combinação de todos os sintomas citados. De modo geral, os sintomas da incontinência urinária caracterizam-se pela impossibilidade de controlar a perda de urina pela uretra.

Quais são tipos de incontinência urinária?

Agora que já respondemos sua dúvida sobre como saber se está com incontinência urinária, vamos falar dos diferentes tipos dessa condição, uma vez que ela pode se apresentar de diferentes formas e, consequentemente, com diferentes sintomas.

Para quem suspeita de que está sofrendo com esse problema, é sempre importante ficar atento aos sinais que o corpo demonstra para procurar ajuda médica especializada para um diagnóstico mais eficaz e para um tratamento adequado.

Conheça as principais características de cada um dos tipos de incontinência urinária:

Incontinência urinária de esforço

A incontinência urinária de esforço pode ser desencadeada por pequenos esforços diários e, na maioria das situações, é causada por danos aos músculos do assoalho pélvico, assim como por lesões nos nervos da região que podem ter sido ocasionadas em situações de esforço extremo, como por exemplo o parto.

Para a incontinência urinária de esforço, o tratamento costuma ser simples e recomenda-se a realização de exercícios que têm como objetivo o fortalecimento dos músculos, além de medicamentos específicos. Em algumas situações mais graves, pode ser que o médico responsável solicite também a realização de uma cirurgia para corrigir o problema.

Incontinência urinária por urgência 

Como o nome já sugere, a incontinência de urgência se trata de um desejo muito forte e repentino de urinar e que muitas vezes faz com que ele não consiga ao menos chegar até o banheiro. Nesse caso, nem sempre é necessário que o indivíduo esteja com a bexiga cheia, podendo acontecer mesmo quando ainda há uma quantidade pequena de urina.

Incontinência urinária mista

A incontinência urinária mista é uma combinação da incontinência de esforço e da incontinência de urgência. Nesse caso, ela pode vir em diferentes episódios, sejam eles de pequenos esforços do dia a dia, como também de forma repentina.

Incontinência urinária por transbordamento

A incontinência urinária por transbordamento ocorre quando a bexiga fica tão cheia a ponto de transbordar. Esse tipo de condição pode ser causado tanto pelo enfraquecimento do músculo da bexiga, como pela obstrução à saída de urina, que pode ser ocasionado pelo aumento da próstata. Por esse motivo, esse tipo de incontinência urinária costuma acontecer com mais frequência em homens.

Incontinência por Regurgitação

A incontinência urinária por regurgitação pode ocorrer quando o indivíduo não consegue fazer o esforço necessário para esvaziar a bexiga por completo, o que faz com que ela vá se enchendo gradualmente com urina residual. Nesse caso, podem existir problemas mais graves por trás do problema, como por exemplo obstrução da uretra devido a um aumento da próstata.

Incontinência Funcional

A incontinência funcional acontece em situações em que a pessoa consegue reconhecer a vontade de urinar, mas por algum motivo está impossibilitada de ir ao banheiro. Geralmente, os motivos são doenças ou algumas complicações físicas que podem afetar os movimentos, impedindo o indivíduo de ir até o banheiro.

O que causa incontinência urinária feminina?

O que causa incontinência urinária feminina?

A incontinência urinária feminina pode ter diferentes causas, sendo que cada uma delas irá apresentar sintomas específicos e o diagnóstico final deve sempre ser feito com o auxílio de um médico. Entre as causas mais comuns para a incontinência urinária, estão:

  • Infecções urinárias ou vaginais;
  • Fraqueza nos músculos do assoalho pélvico;
  • Efeitos colaterais de medicamentos;
  • Constipação intestinal;
  • Doenças que afetam os nervos ou músculos;
  • Alguns tipos de cirurgias ginecológicas. 

Em homens, a incontinência urinária também pode ser causada pela obstrução da uretra em decorrência do aumento da próstata.

Além das causas mais gerais, cada tipo de incontinência urinária feminina pode ser desencadeada por um motivo. 

Conheça abaixo as causas mais comuns para cada uma das variações dessa condição:

Incontinência de Urgência: conhecida popularmente como bexiga hiperativa, e incontinência urinária de urgência tem diferentes causas e geralmente é um alerta do corpo para que o indivíduo perceba que algo grave pode estar acontecendo em seu organismo. As causas mais comuns são infecção da bexiga ou do trato urinário, inflamação, obstrução da bexiga ou pedras na bexiga.

Incontinência Mista: por ser desencadeada em diferentes situações, como urgências e esforços, a incontinência urinária mista está associada a diferentes motivos e, nesse caso, o ideal é que o indivíduo procure auxílio médico especializado para entender melhor o problema.

Incontinência Funcional: esse tipo de incontinência urinária está quase sempre associado a problemas externos à bexiga e ao funcionamento do trato urinário. Nesse tipo de condição, o problema pode estar relacionado a situações que diminuam a consciência da vontade de ir ao banheiro, como é o caso de doenças articulares, problemas neurológicos ou problemas cognitivos graves;

Incontinência de Esforço: como o próprio nome já sugere, esse tipo de incontinência urinária em decorrência de esforço, podendo ser esforço leve ou alto, dependendo de cada pessoa. Sua principal causa está ligada aos danos aos músculos do assoalho pélvico , que pode ter sido causado por danos aos nervos da região em situações como por exemplo o parto;

Incontinência por Regurgitação: a incontinência por regurgitação pode acontecer quando a pessoa sofre com uma distensão progressiva da bexiga, perdendo aos poucos a capacidade de contração. Nesse tipo de incontinência, a bexiga não é mais capaz de realizar o esforço necessário para eliminar toda a urina, o que faz com que ela vá acumulando o volume dos resíduos no seu interior. Entre as possíveis causas para esse problema está a obstrução do fluxo urinário.

Como prevenir a incontinência urinária feminina?

A mudança de hábitos é um dos fatores primordiais para quem quer prevenir a incontinência urinária feminina. Isso porque alguns comportamentos do dia a dia, por mais inofensivos que pareçam, desencadeiam algumas reações do nosso corpo que podem fazer com que o problema se torne ainda mais grave. Algumas mudanças simples que podem ajudar a prevenir a condição, como por exemplo:

  • Não fumar: entre os efeitos colaterais do tabagismo está o risco de incontinência urinária. Além disso, a nicotina está associada à incontinência de urgência, que é a súbita vontade de urinar;
  • Fazer atividades físicas moderadas: alguns estudos apontam que atividades leves como yoga e pilates podem ajudar a prevenir a incontinência urinária. Já atividades mais pesadas, como é o caso de musculação e exercícios com peso ou que exigem um grande esforço podem provocar o efeito oposto, agravando o quadro;
  • Reduzir o álcool e a cafeína e outros alimentos inflamatórios: esse tipo de substância está fortemente relacionado à incontinência de urgência, uma vez que inflamam o organismo. O mesmo se aplica a bebidas carbonatadas, adoçantes artificiais, alimentos apimentados e frutas cítricas.
  • Evitar esforços ao defecar: o esforço para ir ao banheiro está diretamente ligado aos músculos do assoalho pélvico, que podem ser danificados. O ideal é que o paciente peça orientações ao seu médico para resolver possíveis problemas intestinais, além de adotar uma dieta rica em fibras.

Melhores produtos para incontinência urinária feminina

Melhores produtos para incontinência urinária feminina

Para quem sofre com a incontinência urinária feminina, alguns produtos podem ser ideais para ajudar a levar uma vida mais tranquila, sem ter que sofrer com os constrangimentos causados pelos pequenos escapes de urina que podem acontecer durante o dia.

Entre as soluções disponíveis no mercado, uma das opções são os produtos desenvolvidos pela Bigfral, que unem qualidade e tecnologia em opções que têm como principal objetivo devolver a confiança, bem-estar e qualidade de vida para pacientes que sofrem com incontinência urinária ou problemas similares.

Algumas opções de produtos, são:

Roupa Íntima Bigfral Moviment

A Bigfral Moviment é uma roupa íntima descartável ideal para incontinência moderada a intensa desenvolvida no estilo calcinha, especialmente para mulheres. Esse produto conta com tecnologia Wet Block, que absorve o líquido rapidamente, mantendo a umidade longe da pele. As barreiras de proteção antivazamento proporcionam segurança. Além disso, possui o Sistema Antiodor, que neutraliza odores, trazendo a sensação de frescor da pele.

Roupa Íntima Bigfral Moviment
Absorvente Bigfral Moviment Regular

Absorvente Bigfral Moviment Regular

Os abosorventes Bigfral Moviment Regular é o absorvente ideal para incontinência leve.  Esse produto conta com tecnologia que ajuda a absorver a urina rapidamente, mantendo a umidade longe da pele. Além disso, conta com barreiras de proteção antivazamento que proporcionam segurança e Sistema Antiodor, que neutraliza odores.

Fralda Clássica

A fralda clássica traz a segurança para trocas frequentes, com rápida absorção e barreiras antivazamento, sendo indicada para incontinência moderada a intensa. Possui canais de distribuição, mantendo a pele seca e protegida e indicador de umidade

Dicas para amenizar a incontinência urinária

Nos casos mais leves da incontinência urinária, ou até mesmo nas situações em que o indivíduo ainda está aguardando por uma consulta médica para iniciar o tratamento adequado para o problema, a adoção de algumas medidas pode fazer toda a diferença para lidar com a incontinência urinária no dia a dia.

Entre os tratamentos mais comuns recomendados pelos especialistas para resolver a incontinência urinária, estão os exercícios para fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico, que irão ajudar a fortalecer a pelve e musculatura da bexiga, fatores essenciais principalmente quando se trata de pessoas que possuem dificuldades para segurar a urina. Além disso, existem também outras dicas para amenizar o problema e que podem ser aplicadas em casa, sendo as mais comuns:

  • Regular o intestino, já que o esforço decorrente prisão de ventre também pode provocar e também agravar a incontinência urinária;
  • Terapia comportamental, que consiste em ter horários fixos para ir ao banheiro, mesmo que não haja vontade de urinar;
  • Praticar exercícios perineais;
  • Ter cuidados com a alimentação,evitando substâncias que inflamam a bexiga, tais como como cafeína, álcool, frutas cítricas, fumo e alimentos apimentados.

Confira também nosso artigo: O que causa a incontinência urinária feminina?

Conte com a Bigfral Moviment no seu cotidiano

Agora que você já descobriu como saber se estou com incontinência urinária, você já sabe que essa é uma condição de saúde simples e fácil de ser resolvida com os cuidados adequados. Além disso, no dia a dia, o uso de protetores, calcinhas higiênicas e absorventes diários da Bigfral Moviment são uma excelente maneira de se manter mais confortável e confiante para realizar qualquer tarefa normalmente.