Tratamento de Incontinência Urinária de Esforço | Bigfral

Home  »  Saúde   »   Tratamento de incontinência urinária de esforço

Tratamento de incontinência urinária de esforço


Tratamento de incontinência urinária de esforço

6 meses atrás / 8 min de leitura

Espirre uma vez e pronto: se você perder urina acidentalmente durante um esforço físico, você tem incontinência de esforço. As mulheres em particular são mais acometidas com esta forma de incontinência, que pode provocar escapes de urina ao rir, tossir ou pegar peso, por exemplo.

A escolha da medida do tratamento de incontinência urinária de esforço depende das causas. Portanto, o procedimento de melhora pode ajudar as pessoas afetadas sobre a incontinência de esforço com uma prática regular de  exercícios a fim de fortalecer o assoalho pélvico. 

Já para quem está acima do peso, a perda de peso também pode ajudar a aliviar os sintomas de incontinência. No caso de queixas graves, também é possível tratá-las com medidas cirúrgicas. Dependendo da causa, a medicação também pode ajudar a aliviar os sintomas. Pode ser aconselhável combinar o tratamento medicamentoso com exercícios para o assoalho pélvico. No entanto, isso deve ser sempre decidido pelo médico especialista que vai analisar o caso.

A causa é uma fraqueza adquirida nos ligamentos e músculos que bloqueiam a bexiga urinária. Idade, gravidez e nascimento são os fatores de risco mais comuns. A incontinência urinária de esforço é um fardo pesado para as pessoas afetadas. No entanto, existem meios e métodos eficazes que podem melhorar a continência. Explicamos o histórico, as causas e as opções de tratamento no artigo a seguir.

O que incontinência urinária de esforço?

O termo “incontinência de estresse” é derivado da palavra inglesa “estresse”. Traduzido, “estresse” significa algo como “pressão”. O termo não tem nada a ver com estresse psicológico. É por isso que a forma de falar “incontinência urinária de esforço” está se tornando cada vez mais popular para esse tipo de incontinência urinária.

A incontinência de esforço é uma forma de incontinência urinária que tem tratamento. Embora seja frequentemente referida como incontinência de estresse, o estresse psicológico não é um gatilho para a micção descontrolada. Em vez disso, isso ocorre durante o esforço físico que causa um aumento da pressão na bexiga. Tossir, espirrar, rir ou pular pode causar perda indesejada de urina.

As pessoas afetadas pela incontinência de esforço as vezes também sofrem do que é conhecido como incontinência de urgência. Com essa incontinência mista, o vazamento descontrolado de urina durante o esforço físico está associado a uma necessidade frequente e forte de urinar.

São principalmente as mulheres que sofrem de incontinência de esforço e que lutam com a perda indevida de urina, por exemplo, ao tossir, rir, espirrar ou levantar objetos. Os homens também são afetados, mas em número significativamente menor.

A incontinência urinária tem efeitos físicos, psicológicos e sociais no bem-estar e reduz a qualidade de vida das pessoas afetadas. No entanto, menos da metade das pessoas que têm incontinência urinária vão ao consultório médico para explicar o problema.

Principais causas incontinência urinária de esforço?

Muita gente se pergunta: mas afinal, o que causa incontinência urinária? A razão é sempre o aumento da pressão no abdômen e um esfíncter uretral com funcionamento insuficiente.

Os afetados costumam ir ao banheiro com muito mais frequência por medo de “pingar”, de modo que não haja mais necessidade de urinar; no entanto, eles perdem urina. E a condição é dividida em três graus e pode ter as seguintes causas:

  • Fraqueza dos músculos do assoalho pélvico;
  • Danos ao aparelho ligamentar, responsável pelo fechamento da uretra, entre outras coisas;
  • Gravidez;
  • Trabalho físico duro;
  • Fumar excessivamente: quando a bexiga se enche, ela se conecta aos receptores da bexiga e dispara a vontade de urinar. A nicotina também atua nos receptores de acetilcolina. Como resultado, os fumantes sentem necessidade de urinar, apesar de sua bexiga estar quase vazia.
  • Tosse de fumante: qualquer pessoa que fuma há anos desenvolve tosse de fumante. Isso tensiona e enfraquece os músculos do assoalho pélvico. Também pode ser um fator de risco para incontinência urinária de esforço ou incontinência urinária de esforço;
  • Redução do útero ou vagina;
  • Mudanças hormonais após a menopausa;
  • Operações no abdômen.

Sendo os tópicos citados abaixo os mais comuns:

Múltiplos partos

A pelve feminina é afetada por gravidez múltiplas, partos múltiplos, partos vaginais e o processo natural de envelhecimento durante a menopausa. Além disso, podem haver operações abdominais, subsidência de órgãos e / ou prolapso de órgãos. Em algumas mulheres, a uretra não está firmemente ancorada. Outros perdem a capacidade de bloquear.

Durante a gravidez, o peso crescente da criança é o responsável pela perda involuntária de urina – a criança pressiona a bexiga, o tecido conjuntivo se solta de qualquer maneira devido a fatores hormonais.

Obesidade

A obesidade é um importante fator de risco para o desenvolvimento de incontinência urinária em mulheres. O excesso de peso também pode levar à incontinência de esforço, pois caso haja espaço suficiente para a bexiga ou o tecido adiposo pressiona a bexiga e a uretra.

Cirurgia ne próstata

Os problemas urinários não são apenas um fator feminino. Quatro em cada cem homens com mais de 65 anos sofrem de micção descontrolada. A maioria dos pacientes sentem uma necessidade frequente e forte de urinar ao mesmo tempo. Para muitos, a causa é um aumento da próstata, o que leva a uma bexiga urinária hiperativa. E para eles, a incontinência de esforço pode se instalar após a remoção cirúrgica da próstata.

Os sintomas de incontinência diferem significativamente entre os sexos. Nas mulheres, a fraqueza do assoalho pélvico é a causa predominante. Como resultado, o esforço físico, que está associado a um aumento da pressão no abdômen, leva ao vazamento involuntário de urina. Mas a chamada incontinência de esforço é a exceção para os homens. Seu fator de risco – gravidez e parto – não se aplica a pacientes do sexo masculino. O enfraquecimento das estruturas responsáveis ​​pela obstrução urinária ocorre em homens somente após operações na próstata. Mais frequentemente, resulta em um aumento da próstata para uma bexiga hiperativa, que dá o sinal para esvaziar a bexiga mesmo com um baixo volume de enchimento.

Este tipo de perda involuntária de urina é denominado incontinência de urgência. Os homens afetados sentem repentinamente a necessidade de ir ao banheiro e não conseguem reter a urina. A micção noturna também aumenta. Uma combinação de incontinência de esforço e urgência também é possível. A retenção urinária completa pode levar à incontinência por transbordamento, que é um fluxo constante de urina pela uretra.

A incontinência urinária de esforço tem tratamento e pode ser melhorada com exercícios para o assoalho pélvico, medicamentos ou cirurgia, dependendo da causa, mas quem avalia a forma de tratamento é o médico especialista.

Como é feito o diagnóstico da incontinência urinária por esforço?

Como é feito o diagnóstico da incontinência urinária por esforço?

Um sinal claro de incontinência de esforço é a secreção de pequenas a grandes quantidades de urina sem a necessidade de urinar. Se houver incontinência grave, existe o risco de perda de urina, mesmo em repouso ou durante esforços físicos leves. Não há dor, mas existe sensação incômoda para as pessoas afetadas. Eles temem que outras pessoas percebam que suas roupas estão molhadas ou que eles têm um cheiro desagradável.

As causas da incontinência urinária por esforço devem ser tratadas no contexto da situação individual. O diagnóstico é realizado com exames clínicos. O primeiro ponto de contato para a incontinência de estresse ou incontinência de esforço é o clínico geral ou um especialista (urologista).

Na conversa com esse especialista, ele deve fazer perguntas ao paciente em relação às queixas existentes. Após uma primeira análise são realizados os exames físicos, que geralmente envolve um ginecologista, urologista ou neurologista.

Pode ser requisitado testes de urina, determinação de urina residual e ultrassom.Os exames de urina podem descartar infecções do trato urinário. O médico também determinará a urina residual e usará o ultrassom para examinar a bexiga.

Caso necessário podem ser requisitadas outras investigações como medições urodinâmicas, exames de raios-X ou uma cistoscopia.

No caso de incontinência de esforço, três graus diferentes de gravidade são distinguidos um do outro, dependendo da intensidade do esforço físico e da perda de urina associada:

  • Grau 1: vazamento involuntário de urina devido a forte pressão no abdômen, desencadeada por esforço físico, como pular, pular, tossir ou espirrar;
  • Grau 2: perda de urina indesejada com aumento do estresse, como subir escadas, caminhar, sentar ou ficar em pé;
  •  Grau 3: vazamento involuntário de urina sem estresse.

Qual o tratamento para incontinência urinária por esforço?

A incontinência de esforço é facilmente tratável, seja com medicamentos, pessários, treinamento do assoalho pélvico, redução de peso, cessação do tabagismo, cirurgia etc., sendo o treino de bexiga o mais habitual entre os primeiros procedimentos requisitados pelos médicos.

Durante o treinamento da bexiga, os pacientes primeiro escrevem em um diário quanto bebem e com que frequência vão ao banheiro. Eles também estimam a quantidade de urina depositada neste registro de bebidas e diário de micção. 

Em seguida, eles aumentam o tempo entre as idas ao banheiro. Se conseguir adiar a micção em 15 minutos, isso já terá um efeito positivo nos músculos da bexiga.

Também é comum, o treinamento do assoalho pélvico. O treinamento regular do assoalho pélvico ajuda a prevenir a micção indesejada. Idealmente, os pacientes integram esses exercícios com firmeza em sua vida cotidiana. Esse tipo de tratamento para incontinência urinária por esforço fortalece os músculos e garante ligamentos fortes.

Para as mulheres que não conseguem sentir o assoalho pélvico e têm dificuldade de ensiná-lo, a eletroestimulação do assoalho pélvico é uma opção, mas também deve ser recomendada por um especialista.

Melhores produtos para incontinência urinária por esforço

Melhores produtos para incontinência urinária por esforço

Na incontinência urinária por esforço, caso haja um aumento da pressão no abdômen, a urina vazará involuntariamente. Por isso, o uso de absorventes para incontinência protege as roupas, mas a causa do desconforto precisa ser tratada.

Muitas mulheres utilizam produtos indevidos por falta de informação ou por vergonha e acabam desencadeando outros tipos de problemas, como doenças de pele.

Visando o conforto e a discrição, pensando na sororidade com quem tem essa condição, a Bigfral Moviment tem uma extensa linha de produtos adequados para todos os graus de incontinência.

Roupas íntimas

A Bigfral Moviment é especialista em produtos para incontinência urinária, e por meio de seu portfólio completo de produtos para todas as ocasiões, garante segurança e confiança para o dia a dia.

Sempre atenta às tecnologias mais recentes, atua com inovação, oferecendo opções de roupas íntimas descartáveis, que podem ser encontradas facilmente em farmácias, mercados e marketplaces.

Roupas íntimas femininas
Absorventes moviment

Absorventes

Os absorventes são opções discretas para o dia a dia de quem tem incontinência por esforço de grau 1. As opções desenvolvidas pela Bigfral Moviment são dermatologicamente testadas e com Aloe Vera que ajuda a manter a pele saudável e protegida.

Confira também nosso artigo: Fisioterapia para incontinência urinária

Conte sempre com a ajuda da Bigfral Moviment

A incontinência de esforço é uma forma de incontinência urinária que afeta principalmente as mulheres. Muitas pessoas evitam ir ao médico por vergonha, mas pelo que vimos ela é fácil de tratar.

A principal maneira de prevenir a incontinência por esforço é eliminar o máximo possível de fatores de risco. Quem vive com saúde, não tem excesso de peso, não fuma e faz exercícios no assoalho pélvico tem menor risco de sofrer de incontinência de esforço. Isso se aplica igualmente a mulheres e homens.

Medidas como treinamento do assoalho pélvico, perda de peso, medicamentos ou pessários ajudam muitas pessoas a aliviar os sintomas. E os produtos da Bigfral Moviment ajudam a tornar a vida quotidiana mais livre e despreocupada.

Se inscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários
0
Por favor, comente.x
()
x