Ciclos da menstruação | Bigfral

Home  »  Mulheres   »   Ciclos da menstruação

Ciclos da menstruação


Ciclos da menstruação

9 meses atrás / 5 min de leitura

A menstruação pode ser considerada um momento que é marcado pelo início de grandes mudanças na vida de uma mulher e estará presente por muitos anos. Está relacionado com a maturação do sistema reprodutivo e não existe uma idade certa para que isso aconteça. Geralmente, parte das mulheres menstruam antes dos 15 anos, em alguns casos isso pode se antecipar.

Para entendermos melhor, esse processo fisiológico se dá pela descamação do endométrio, que é basicamente um tecido que cobre a parede interna do útero. Isso acontece quando não há a fecundação do óvulo, resultando no sangramento menstrual que normalmente dura entre 3 e 7 dias. Porém, essa duração é muito individual e vai depender de muitos fatores relacionados ao organismos de cada mulher.

O que é ciclo menstrual?

O ciclo menstrual é composto por três fases, dura aproximadamente 28 dias e o sangramento da menstruação é apenas uma parte desse período. Para saber exatamente o tempo de duração de um ciclo é preciso contar a partir do primeiro dia de sangramento até o dia anterior da próxima menstruação.

Durante o ciclo menstrual o corpo da mulher passa por algumas alterações pontuais que podem ser identificadas nesse período. Uma das mais significativas é variação do hormônio estrogênio que pode afetar o humor.

Alguns sintomas físicos podem ser observados como cólicas abdominais durante os primeiros dias, os seios podem ficar doloridos, geralmente o intestino fica mais solto, entre outras mudanças que acontecem. No entanto, nem todos se aplicam a todas as mulheres, tendo em vista que é um processo individual.

Quais são os ciclos da menstruação?

O ciclo menstrual é a série de mudanças que acontecem no organismo feminino para preparar-se para uma possível gravidez. A cada mês, um dos ovários libera um óvulo. Enquanto isso, os hormônios estão trabalhando para que o útero esteja pronto para abrigar o embrião caso haja fecundação.

O ciclo menstrual vai além do período em que acontece o sangramento menstrual, ao contrário do que parece, esse processo pode durar cerca de um mês com algumas fases ocorrendo sem que possam ser observadas diretamente, são elas:

Fase menstrual

A quantidade e a intensidade do sangramento menstrual, ou seja, o fluxo, pode variar de mulher para mulher e conforme o tempo passa pode ocorrer mudanças naturais nesse aspecto. Não há um padrão para esse fluxo, mas é importante atentar-se a suas características. Podemos dividir em três categorias, o leve, moderado e intenso.

Um ciclo leve, geralmente, tem um sangramento mais intenso em seu primeiro e segundo dia de menstruação, e os seguintes tendem a ficar mais leves. Já no fluxo intenso não ocorre essa diminuição gradativa do sangramento no decorrer do dias, mantém-se o fluxo intenso até cessar o período. Para essa situação é importante alguns cuidados pessoais.

Mulheres que têm um grande fluxo menstrual podem fazer uso de produtos voltados para incontinência urinária, pois possuem grande poder de absorção, tornando o dia a dia mais confortável para realizar as tarefas e sem preocupações de vazamento. O Absorvente Moviment Maxi da Bigfral possui tecnologia de rápida absorção e barreiras antivazamento, proporcionando frescor e segurança.

cta

Fase Folicular

Com duração de 14 dias, é a primeira fase do ciclo menstrual e ocorre no primeiro dia de sangramento. Ela é formada por sangue, células do revestimento uterino e muco. Nesse período, um dos óvulos amadurecem dentro de um ovário, que ao mesmo tempo produz hormônios específicos.

A camada interna do útero, o endométrio, fica com altas quantidades de vasos sanguíneos para receber e acomodar o óvulo, assim que for expulso do ovário. Conforme os óvulos vão amadurecendo e os dias dessa fase se estendendo, os ovários começam a produzir altas taxas de estrogênios.

Fase Ovulatória

Ocorre cerca de duas semanas após o início da menstruação. É o momento em que acontece o aumento repentino do hormônio estrogênio para que o corpo possa produzir o hormônio luteinizante que tem como função selecionar o óvulo mais maduro. Ele é responsável pelo rompimento do folículo ovariano que permite a liberação do óvulo, e dura poucas horas, em torno de 32 ou menos.

Essa fase é onde pode ocorrer a gravidez, embora seja uma fase curta, o período fertil pode se estender devido aos espermatozoides ficarem viáveis por alguns dias na região genital da mulher.

Fase Lútea

Começa no 14º ao 28º dia do ciclo, inicia-se após a liberação do óvulo, é marcada pelas modificações do endométrio como o aumento dos vasos sanguíneos. Nessa fase, caso a gravidez não ocorra, a produção de hormônios estrogênio e progesterona diminuem, fazendo com que a camada interna no útero passe pela descamação por não conseguir mais se sustentar devido a quantidade de vasos sanguíneos, ocorrendo o sangramento da menstruação.

Como identificar os ciclos da menstruação?

Os ciclos menstruais são percebidos devido a sintomas físicos que geralmente causam grande desconforto nas mulheres. No período folicular, em que a mulher está no período do sangramento menstrual, pode ocorrer alguns sintomas como as cólicas, dores de cabeça, podendo se estender a uma crise de enxaqueca e sensação de peso na parte inferior do abdome, visto que o útero aumenta seu tamanho durante esse período do ciclo.

Na fase lútea, já no final desse período, surge a tensão pré-menstrual (TPM) e pode acometer grande parte das mulheres. Essa etapa é muito discutida atualmente, pois tende a causar diversos sintomas, como dores e inchaço nos seios e no abdômen, dores de cabeça, e alguns sintomas psicológicos. Os mais comuns são episódios de irritabilidade, ansiedade e um estado de sensibilidade que pode vir acompanhado de tristeza. Outro sinal muito conhecido são as alterações no apetite que provocam desejos por alimentos específicos.

Compreender as particularidades do próprio ciclo é importante, bem como manter as consultas ao ginecologista frequentes. Ao se deparar com alguma irregularidade é preciso estar atenta, como intensidade do fluxo, atrasos e cores diferentes. Essas características devem sempre ser relatadas ao médico de sua confiança caso esteja algo fora do normal.

Quando acontece o primeiro ciclo menstrual?

O início do ciclo menstrual geralmente ocorre no início da adolescência durante a puberdade, normalmente entre os 10 e 14 anos. No entanto, varia muito em termos de idade e deve-se levar em conta a individualidade e funcionamento de cada organismo, especialmente fatores hormonais e o histórico menstrual das mulheres na família.

A visita ao ginecologista, nesse primeiro momento, se torna essencial para receber orientações relacionadas à própria menstruação e às mudanças que acontecem no corpo para ser encarado de forma natural, sem gerar traumas e constrangimentos às meninas.

Quando acontece o último ciclo menstrual?

O último ciclo menstrual tende a acontecer quando a mulher entra na fase da menopausa, que varia entre 45 e 55 anos. Existe a possibilidade de algumas mulheres pararem de menstruar por volta dos 40 anos de idade, e nesse caso é considerado menopausa precoce. Essa fase se dá pela transição da mulher do período reprodutivo para o não reprodutivo, e a produção de hormônios femininos como o estrogênio e a progesterona caem. Esse processo de produção natural pelo corpo é irreversível.

Menstruação como um processo significativo na vida da mulher

A menstruação, como um processo natural do corpo de toda mulher, é algo que a acompanhará por muitos anos. Embora com o passar do tempo se torne algo habitual, é importante estar sempre de olho nos ciclos e suas características. Por meio do sangramento menstrual pode-se perceber alterações no corpo e devido aos hormônios femininos.

O acompanhamento frequente ao ginecologista se torna fundamental a partir do primeiro ciclo. Na fase inicial, onde se tem a primeira menstruação, é um dos momentos mais importantes na vida de uma menina. Desse modo, pode ser marcado por muitas dúvidas e  insegurança, que poderá ser lembrado por anos após essa primeira experiência.

Por tanto, é fundamental o apoio dos pais ou cuidadores nesse processo para que não se torne algo negativo e traumático. Não é diferente na fase do climatério e menopausa, onde o corpo da mulher sofre mudanças intensas e que requer adaptação e enfrentamento dos diversos sintomas que irão surgir, o apoio social faz-se importante em ambos os momentos.

Se inscrever
Notificação de
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários
0
Por favor, comente.x