Rotina Adaptada

Os cuidados com os idosos incontinentes variam de acordo com a condição do paciente: se ele está acamado, se tem limitações físicas, se é cadeirante ou, ainda, se tem ou teve alguma doença que afetou seu estado mental.

No entanto, para melhorar a qualidade de vida do paciente e facilitar o trabalho de quem cuida dele, algumas dicas são úteis e podem ser seguidas, independentemente da situação do idoso. “Tomar cuidado com tapetes, tacos soltos, escadas, ter barras de apoio no banheiro são soluções simples que facilitam o dia a dia do incontinente”, explica a Dra. Mariza Trembuch, médica geriatra.

Adaptar a rotina e o local onde ele vive vai proporcionar mais segurança e, assim, evitar incidentes desagradáveis.

O quarto

A cama do idoso deve ter uma altura boa (entre 50 e 55 centímetros) para que ele firme bem os pés no chão antes de se levantar. Forrar o colchão com um protetor impermeável é uma boa dica para evitar a umidade no caso de algum incidente. À noite, mantenha sempre uma luz acesa no quarto ou coloque um abajur ao alcance do idoso.

O banheiro

Para evitar acidentes, o caminho para o banheiro não deve ter nenhum obstáculo. Retire móveis e tapetes do trajeto que o incontinente faz. Dê preferência para que o paciente utilize um toalete que não precise subir ou descer escadas. Durante a noite, mantenha o caminho com as luzes acesas. Colocar barras no banheiro, ao lado do vaso sanitário também é uma medida de segurança.

Nos passeios

Vista sempre o idoso com roupas fáceis de serem colocadas e retiradas. Para as mulheres, as saias facilitam na hora de ir ao toalete. Para os homens, prefira as calças com elástico. Leve sempre absorventes extras e uma muda de roupa.

Fonte: Dra. Mariza Trembuch, médica geriatra.